Título: Da Capela Carmelita a Catedral Metropolitana de Manaus (AM) – uma arqueologia da arquitetura

Autor: Marcus Vinicius de Miranda Corrêa

Orientador: Jose Luiz de Morais

Categoria: Tese

Palavras-chave: Amazonas, Arqueologia histórica, Carmelitas, Igreja

Resumo: A Catedral Metropolitana de Manaus – Igreja Nossa Senhora da Conceição surgiu de uma capela carmelita construída no século XVII e depois de várias reconstruções, recebeu vários acréscimos durante os anos até atingir a dimensão atual. A pesquisa arqueológica na Catedral Metropolitana de Manaus ocorreu entre os dias 15 de abril e 06 de outubro de 2002. Neste período foram realizados trabalhos no edifício, concentrados na sacristia oeste da igreja, nave central e varanda oeste. Nos jardins foram encontrados uma diversidade de materiais como, louça, vidro, ferro, provenientes em sua maioria do aterro realizado pelo prefeito Jorge Teixeira com material proveniente do, então, lixão da cidade. Já no aterro realizado no séc. XIX foram encontrados basicamente material argiloso. As evidências biológicas aparecem em todos os aterros, algumas são inerentes aos aterros, outras são resultado de atividades de insetos. O ciclo econômico da borracha contribuiu fortemente para o desenvolvimento da região e Manaus. Tanto que suas principais obras arquitetônicas e de infra-estrutura foram efetuadas durante o apogeu do ciclo da borracha. Se por um lado Manaus tinha recursos para obras como o Teatro Amazonas, por outro, faltava mão-de-obra, tanto pela pequena população como pelo atrativo dos seringais.

Origem: Universidade de São Paulo (USP) Biblioteca digital de Teses e Dissertações

Acesso pela nossa equipe em: 10/03/2010

Anúncios