Título: Difusão da arquitetura neocolonial no interior paulista, 1920-1950

Autor: Luciana Pelaes Mascaro

Orientador: Maria Ângela Pereira de Castro e Silva Bortolucci

Categoria: Tese

Palavras-chave: Arquitetura institucional, Arquitetura neocolonial, Arquitetura oficial, Arquitetura paulista, Arquitetura residencial, Difusão, Escolas práticas de agricultura

Resumo: As manifestações da arquitetura neocolonial em várias cidades do interior paulista, no período de 1920 a 1950, é o tema central desta tese. Realiza pesquisas e reflexões acerca da ascendência do movimento neocolonial, tomando Ricardo Severo como intelectual que recebeu grande influência do ambiente cultural português. Explora a ocorrência dessa arquitetura na esfera institucional e particular, em obras oficiais, institucionais, religiosas, assistenciais, educativas, recreativas, residenciais e comerciais. Verifica que a difusão se deu, em grande medida, pela atuação de profissionais que estavam em contato com os debates que se desenrolavam na capital paulista e pela implantação de obras emblemáticas em cidades do interior do estado. Verifica também que parte significativa da produção de baixo padrão – ou simplificada – da arquitetura que pretendia expressar a tendência neocolonial foi de responsabilidade de profissionais diplomados. Utiliza o método de levantamento de processos de aprovação de obras, arquivados em prefeituras municipais, levantamento de dados em museus e outras instituições e levantamentos fotográficos para registrar e analisar a produção de interesse. Representa uma contribuição para o conhecimento da arquitetura neocolonial fora da capital paulista.

Origem: Universidade de São Paulo (USP) Biblioteca digital de Teses e Dissertações

Acesso pela nossa equipe em: 17/03/2010

Anúncios