Título: Os primeiros estudos sobre conforto termico no Brasil: a contribuição de Paulo Sa

Autor: Mariela Cristina Alves de Oliveira

Orientador: Lucila Chebel Labaki

Categoria: Dissertação

Palavras-chave: Conforto termico – Avaliação – Historia – Brasil , Engenharia – Pesquisadores – Brasil

Resumo: A preocupação com a avaliação de conforto no Brasil, em meados de 1930, procurava nos métodos, propostos e utilizados internacionalmente, condições de adaptá-los às variáveis brasileiras. Tem-se conhecimento do trabalho de dois pesquisadores brasileiros sobre índices de conforto térmico nessa época: Paulo Sá e Benjamim Alves Ribeiro. Estas pesquisas buscam estabelecer uma relação entre a sensação individual de conforto térmico e os índices obtidos pelos vários métodos utilizados na época, principalmente as catatemperaturas e a temperatura efetiva. O resgate e análise da pesquisa de Paulo Sá demonstram não apenas a abordagem científica e a obtenção de temperaturas de conforto térmico para a cidade do Rio de Janeiro, como também as dificuldades metodológicas e científicas existentes. Os valores encontrados pelas pesquisas de Paulo Sá e Benjamin Alves Ribeiro foram utilizados para cálculo do VME, proposto por Fanger, através do uso do software Conforto 2.02. O trabalho também apresenta a metodologia utilizada por Paulo Sá e Benjamim Alves Ribeiro, Fanger e Michael Humphreys em pesquisas realizadas em escolas ou com estudantes. Destes, apenas Fanger trabalhou com câmaras climatizadas. O ambiente escolar tem se mostrado propício a estudos de avaliação de conforto térmico, tanto pela importância do mesmo, como pela atividade desenvolvida, faixa etária e facilidade de implementação da pesquisa. Desse modo, uma descrição e comparação de metodologias relativas ao ambiente escolar são relatados neste trabalho.

Origem: Biblioteca Digital da UniCamp

Acesso pela nossa equipe em: 06/01/2010.

Anúncios