Título: Reconstituição de projetos de arquitetura: a fachada do antigo Teatro Municipal de Campinas

Autor: Daniel de Carvalho Moreira

Orientador: Nelly de Camargo

Categoria: Dissertação

Palavras-chave: Representação arquitetônica, Desenho arquitetônico, Comunicação e cultura, Desenho (Projetos) – Campinas (SP), Arquitetura de teatros – Campinas (SP)

Resumo: A reconstituição de projetos de arquitetura tem como objetivo o registro de edifícios destruídos, decaracterizados ou inacessíveis, através do desenho arquitetônico. A importância destes desenhos de registro consiste em preservar a memória e o patrimônio cultural arquitetônico, prática existente desde o século XVIII quando das primeiras expedições arqueológicas. A contribuição do arquiteto, desde estes primeiros trabalhos de reconstituição até os dias de hoje, se faz por meio do desenho arquitetônico, seja na interpretação de dados ou no levantamento de informações. Com as técnicas de desenho assistido por computador, ampliaram-se as possibilidades da representação e do registro de projetos arquitônicos. Além dos recursos da computação gráfica, a informática possibilitou reunir, num único meio, informações que comumente se encontravam dispersas em acervos e suportes diferentes. Esta prática premitiu o acesso às informações sobre bens culturais, tanto por pesquisadores quanto pelo público interessado, difundindo a importância da preservação patrimonial. Para demonstrar as características do processo de reconstituição através do desenho arquitetônico e da computação gráfica, foi reconstituída a fachada do Teatro Municipal Carlos Gomes de Campinas. O trabalho apresentado neste exemplo utiliza recursos de análise de fotografias, plantas e partes remanescentes do edifício para definir o que teria sido a elevação de sua fachada, descrevendo um métod de reconstituição arquitetônica e justificando sua importância.

Origem: Biblioteca Digital da UniCamp

Acesso pela nossa equipe em: 13/01/2010.

Anúncios