Título: Turismo, patrimonio cultural e desenvolvimento local: o distrito de Rincão da Cruz no municipio de Pelotas/RS

Autor: Marcelo Panis

Orientador: Maria Tereza Duarte Paes

Categoria: Dissertação

Palavras-chave: Turismo , Patrimonio cultural , Imigração italiana

Resumo: No Rio Grande do Sul as regiões de imigração européia são conhecidas devido à marcante expressão cultural evidenciada pela presença de bens materiais e imateriais que representam a identidade cultural dos lugares. Mas, a atual dinâmica econômica global impõe à complexidade espacial novas demandas de uso e funcionamento dos lugares, modificando algumas práticas sociais cotidianas, inclusive, a forma de pensar a materialidade e as representações simbólicas das diversas culturas. Isto significa que o conjunto dos objetos, costumes e tradições tendem a ganhar novos usos, são refuncionalizados para atender às transformações na dinâmica sócioespacial. O Distrito de Rincão da Cruz, na região colonial do Município de Pelotas, destino de muitos imigrantes italianos no período das grandes levas de imigração no final do século XIX, foi igualmente palco das transformações econômico-produtivas impostas pela economia global nas últimas décadas do século XX, o que levou seus habitantes a buscarem novas formas de ganhos econômicos, sendo, uma delas, a promoção de atividades de turismo. A partir da dinamização do turismo na região os habitantes do lugar passaram a ampliar os mecanismos de valorização do patrimônio cultural ítalo-descendente distribuído pelo território, uma vez que estes bens culturais, da mesma maneira, representam atrativos às atividades de turismo. Junto a esse processo tem início um movimento em torno do reconhecimento desta região de imigração italiana, pois, mesmo tendo sido formada a partir do mesmo processo de constituição das colônias de imigração do norte e sul do estado, a colônia de Pelotas nunca foi reconhecida como tal pela historiografia. Assim, as atividades de turismo têm contribuído para o resgate e valorização da identidade cultural dos descendentes de imigrantes italianos da região que passaram a buscar o reconhecimento histórico enquanto Região da 5ª Colônia de Imigração Italiana do Rio Grande do Sul. Deste modo, a escolha do Distrito de Rincão da Cruz, no município de Pelotas, como objeto desta investigação, deveu-se ao fato de que esta região colonial está, cada vez mais, tornando-se um destino turístico no qual o patrimônio cultural ítalo-descendente representa um dos principais atrativos. Ao mesmo tempo, porque este processo suscitou o resgate da identidade local e das tradições por meio da uma maior valorização cultural do lugar e pela busca do reconhecimento histórico enquanto região colonial italiana.

Origem: Biblioteca Digital da UniCamp

Acesso pela nossa equipe em: 30/07/2010.

Anúncios