Título: Rotas da modernidade: trajetória, campo e história na atuação de Lina Bo Bardi, 1947-1968

Autor: Silvana Barbosa Rubino

Orientador: Antônio Augusto Arantes Neto

Categoria: Tese

Palavras-chave: Arquitetura, Modernismo, Antropologia

Resumo: Esta tese trata da modernidade enquanto prática, que pode ser alterada, ganhando novos conteúdos através dos deslocamentos e da experiência social de alguns atores sociais. Pretende-se contribuir para uma geografia histórica do modernismo, por meio da reconstrução da trajetória de uma arquiteta italiana radicada no Brasil, Lina Bo Bardi, e de duas de suas obras, o Meseu de Atrte de São Paulo (MASP) e do Museu de Arte Moderna da Bahia (MAMB), posteriormente desdobrado em um segundo projeto, sediado no Solar do Unhão, em Salvador. Trajetória e obras são aqui analisadas em relação ao campo da arquitetura, com suas disputas e alianças internas, sua autonomia relativa em relação a outros campos; às circunstâncias do período histórico tratado (1947-1968) e das regiões (São Paulo e Bahia) onde realizou seus projetos. Ou seja, a tese busca responder a questão inicial a partir de um onde-quando-quem.

Origem: Biblioteca Digital da UniCamp

Acesso pela nossa equipe em: 06/01/2010.

Anúncios