Título: Do espaço projetado ao espaço vivido: modelos de morfologia urbana no Conjunto Rubem Berta

Autores: Decio Rigatti

Orientador: Silvio Soares Macedo

Categoria: Tese

Palavras-chave: Conjunto Rubem Berta; Conjuntos habitacionais; Espaço urbano: Transformação; Morfologia urbana: Porto Alegre.

Resumo: Este trabalho tem como objetivo analisar um fenômeno bastante comum na realidade brasileira, que é o da transformação do espaço urbano de conjuntos habitacionais padrão COHAB efetuada individualmente pelos moradores, após sua ocupação. A incapacidade de um grande número de projetos de conjuntos residenciais populares em atender às expectativas espaciais socialmentedeterminadas pelos residentes, manifesta-se pela total descaracterização das concepções originais que representam não apenas alterações de ordem quantitativa no interior do conjunto mas, fundamentalmente, de estrutura urbana. Não é uma mudança de forma apenas, mas de modelo. Particularmente neste caso, situam-se aqueles conjuntos cujos projetos seguem de forma mais intensa os preceitos do espaço urbano modernista. Como estudo de caso, utilizou-se o Conjunto Rubem Berta, da COHAB/RS, construído em Porto Alegre a partir do final da década de 70 e ainda hoje em transformação. Percebe-se que as alterações são efetuadas com a adoção de determinados mecanismos de transformação do espaço os quais, além de serem recorrentes no interior do próprio conjunto, são identificadas também em outros assentamentos de origem similar. Por outro lado, as regras de organização local das transformações espaciais produzem um estrutura global nova.

Origem: Portal UFRGS – Repositório Digital LUME

Acesso pela nossa equipe em: 29 de out. de 2010.

Anúncios