Título: O lugar de morar em Porto Alegre: uma abordagem para avaliar aspectos de qualificação do espaço residencial, à luz de princípios de sustentabilidade

Autores: Maria Conceição Barletta Scussel

Orientador: Miguel Aloysio Sattler

Categoria: Tese

Palavras-chave: Desenvolvimento sustentável; Espaço arquitetônico: Residências; Espaço urbano; Gestão urbana; Habitação; Habitacao: Planejamento urbano; Menino Deus (Porto Alegre, RS); Qualidade de vida.

Resumo: A “qualidade de vida” de um indivíduo ou de uma comunidade é fortemente determinada pelas suas condições de habitação. Por sua vez, os atributos que conferem maior ou menor grau de adequação dessas condições às necessidades de um habitat sustentável estão diretamente relacionados às características sócio-econômico-culturais de cada comunidade. O reconhecimento, a construção e a avaliação desses atributos requerem a utilização de instrumentos sensíveis a tais especificidades. Construir um método de abordagem para avaliar aspectos de qualificação do espaço residencial, a partir de sua especificidade de lugar urbano, à luz de princípios de sustentabilidade, é o objetivo central deste trabalho. A partir do exame de dois grandes blocos conceituais – construção do espaço urbano e sustentabilidade – empreende-se a análise da inserção das condições de habitação em diferentes conjuntos de indicadores. Com foco nos padrões adotados e na escala de abrangência, finalidade e operacionalização dos mesmos, essa análise leva à identificação dos atributos do espaço residencial (ou das condições de habitação, como costumam estar categorizados) avaliados em cada situação.Utilizando como referência empírica a cidade de Porto Alegre, procura-se verificar a adequação e apontar as limitações de tais indicadores, enquanto ferramentas de aferição da realidade. Uma análise quantitativa e qualitativa é realizada, mediante um estudo de caso, no bairro Menino Deus, incorporando a percepção do morador acerca de seus próprios valores e referências quanto à qualidade do lugar em que vive, e sua contribuição no sentido de práticas urbanas mais sustentáveis. A partir daí, é construída a proposição de uma nova abordagem para avaliar aspectos de qualificação do espaço residencial, segundo princípios de sustentabilidade, que possa vir a ter replicações em outros lugares de morar.

Origem: Portal UFRGS – Repositório Digital LUME

Acesso pela nossa equipe em: 18 de nov. de 2010.

Anúncios