Título: O templo cristão na modernidade: permanências simbólicas & conquistas figurativas

Autores: Fábio Müller

Orientador: Heitor da Costa Silva

Co-orientador: Carlos Eduardo Dias Comas

Categoria: Dissertação.

Palavras-chave: Aalto, Alvar, 1898-1976; Arquitetura contemporânea; Arquitetura moderna: História: Século XX; Arquitetura religiosa; Gaudi i Cornet, Antoni, 1852-1926; Jeanneret, Charles-Édouard, 1887-1965; Le Corbusier, 1887-1965; Niemeyer, Oscar; Wright, Frank Lloyd, 1867-1959

Resumo: O estudo enfoca a arquitetura religiosa moderna, no intuito de apreender as permanências simbólicas e as conquistas figurativas alcançadas pelos arquitetos modernistas para dar forma e representação ao templo, em tempo dito ‘dessacralizado’ porque materialista e espiritualmente plural. Fundamentalmente, compila e sistematiza, por similaridades ideológicas, funcionais, simbólicas, tipológicas e formais, o legado eclesiástico projetado e/ou construído no mundo ocidental cristão entre os anos 1850 e 1960, grosso modo. Em sincronia, apresenta suas condições de origem, razões e significados e analisa como os pressupostos modernistas aplicaram-se ao fato arquitetural das novas catedrais, igrejas paroquiais, capelas locais e obras eclesiásticas várias, católicas e protestantes. Revela, também, seus produtores – financiadores, incentivadores, projetistas e construtores – analisando a atenção dada ao tema pelos mais eminentes nomes do período e realçando agentes inestimáveis, desprezados pela ‘bibliografia oficial’ do Movimento Moderno. Nas entrelinhas ensaia, ainda, discussão crítico-interpretativa de obras paradigmáticas ao debate por conjunção especial de fatores, no sentido de identificar as estratégias e signos modernos válidos à prática arquitetural contemporânea.

Origem: Portal UFRGS – Repositório Digital LUME

Acesso pela nossa equipe em: 18 de out. de 2010.

Anúncios