Título: Orientação espacial e características urbanas

Autores: Luciana Locatelli

Orientador: Antonio Tarcisio da Luz Reis

Categoria: Dissertação

Palavras-chave: Ambiente urbano: Qualidade; Cidades: Santa Maria (RS); Configuração espacial; Desempenho urbano; Desenho urbano; Espaço urbano; Meio ambiente: Comportamento; Percepção ambiental; Percepção espacial; Satisfação.

Resumo: Essa pesquisa investiga a influência das variáveis físico-espaciais associadas à orientação nos espaços urbanos, a partir da percepção de grupos que diferem quanto ao gênero e grau de familiaridade com o espaço. O objetivo central é fornecer subsídios teóricos que possam auxiliar nas diretrizes de desenho urbano, de modo a garantir a maior facilidade na orientação espacial nos espaços urbanos, além de contribuir para um ambiente urbano de maior qualidade. Adotase a cidade de Santa Maria (RS) como objeto de estudo por constituir, principalmente, uma área onde a concentração de indivíduos com diferentes níveis de familiaridade com o espaço é significativa. Da mesma forma, por possuir espaços heterogêneos em termos das variáveis associadas aos aspectos físico-espaciais que tornam pertinente a comparação entre eles. Os métodos de coleta e análise de dados fazem parte dos utilizados na área de pesquisa Ambiente e Comportamento. Os dados foram obtidos a partir de duas etapas: (1) levantamento de arquivo, entrevistas e mapas mentais, e (2) levantamento físico, questionário e mapas mentais, sendo esta etapa precedida de uma tarefa envolvendo orientação espacial isto é, a realização de um percurso no Centro da cidade. Os resultados dessa investigação demonstram que existem relações evidentes entre os níveis de facilidade de orientação e as variáveis físico-espaciais associadas às características urbanas dos espaços. Primeiramente, fica evidente que a presença de marcos referenciais contribui positivamente para facilitar a orientação espacial. Para determinados espaços, a presença de sinalização, também tende a explicar os níveis de facilidade de orientação. Ademais, os resultados revelam que as medidas sintáticas, tais como, níveis de integração, Relativa Assimetria Real e inteligibilidade são consideradas importantes para as análises sobre navegação no espaço urbano. Espera-se que os dados encontrados despertem o interesse pelo desenvolvimento de outros estudos sobre a relação entre orientação espacial e características urbanas.

Origem: Portal UFRGS – Repositório Digital LUME

Acesso pela nossa equipe em: 18 de nov. de 2010.

Anúncios