Título: A cidade atração: a norma de preservação de centros urbanos no Brasil dos anos 90.

Autores: Márcia Genésia de Sant´Anna

Orientador: Ana Maria Fernandes

Categoria: Tese

Palavras-chave: Não disponível.

Resumo: O objeto desta tese é a norma de preservação urbana que foi construída e praticada no Brasil durante a década de 1990. Utiliza-se aqui o termo “norma” no sentido de padrão instituído por um determinado modo de abordagem, tratamento e utilização que, por sua vez, passa a orientar pensamentos e condutas com relação aos objetos e práticas que cria e organiza. De acordo com as forças que integram, manipulam e põem em relação os elementos que a produzem, essa norma atende a variados objetivos políticos, sociais ou econômicos e instrumentaliza e propaga as mais diversas relações de poder. As características e sentidos da norma de preservação urbana praticada no Brasil nos anos 90 foram estudados por meio de dois indicadores principais: (1) as intervenções de requalificação e reabilitação realizadas nas áreas centrais das três maiores cidades do país (Salvador, Rio de Janeiro e São Paulo); e (2) os programas nacionais de preservação implementados pelo Governo Federal no período enfocado. Na medida em que constituem focos de concentração de relações de poder e de contato entre Estado e sociedade, as operações de seleção, salvaguarda, conservação e promoção do patrimônio realizadas no âmbito ou em função dessas iniciativas foram tomadas como pontos privilegiados de observação da produção da norma de preservação. Com o objetivo de identificar as forças em interação, a eficácia de suas estratégias, seus vínculos com o passado e os resultados alcançados, investigou-se as intervenções locais e os programas nacionais selecionados a partir dos seguintes eixos de análise: (a) o papel e a predominância dos atores públicos e privados na formulação, financiamento, execução e gestão das ações de preservação realizadas; (b) o peso e o desempenho dessas ações em face da dinâmica e dos processos urbanos instalados nas áreas atingidas; (c) as permanências e rupturas registradas com relação a discursos e ações realizados em outros períodos, e, ainda, (d) a noção de patrimônio embutida no projeto e no resultado concreto das ações empreendidas. Os objetivos principais deste trabalho são, portanto: identificar as permanências e transformações que ocorreram na prática de preservação durante os anos 90; desvelar as finalidades que presidiram e propiciaram essas transformações; avaliar a incorporação de modelos de países centrais em nossas intervenções e o funcionamento desses modelos em nossa realidade urbana, social e econômica; e, por fim, explicitar a noção de patrimônio e o tipo de preservação praticados no período focalizado. Este estudo almeja ainda demonstrar que a produção social de patrimônio ocorre também durante o processo de manutenção, gestão e difusão de bens protegidos, além de apontar, com base nos resultados das intervenções e programas selecionados, que uma reflexão permanente sobre a função pública e social do patrimônio deve sempre preceder e presidir as considerações e avaliações sobre o seu papel econômico.

Origem: Portal PPGAU/ FAUFBA

Acesso pela nossa equipe em: 25 de nov. de 2010.

Anúncios