Título: A Linguagem décor na Arquitetura: uma dimensão da arquitetura moderna – Salvador nas décadas de 1930-194

Autores: Ligia Larcher Galeffi

Orientador: Prof. Pasqualino Romano Magnavita

Categoria: Dissertação.

Palavras-chave: Não disponivel.

Resumo: O acervo arquitetônico Déco em Salvador solicita estudos que lhe concedam visibilidade e contribuam para a sua salvaguarda. A historiografia da arquitetura moderna tendeu a silenciar acerca da arquitetura Déco. As motivações desse silenciamento se relacionam aos pressupostos do discurso da modernidade. O discurso da modernidade se pautou pela valorização da razão, da ciência e da técnica e por uma concepção do tempo histórico como desenvolvimento linear em direção ao progresso. A historiografia da arquitetura moderna procurou afirmar um desenvolvimento progressivo na arquitetura, exaltando o Movimento Moderno como o ápice desse progresso, valorizando o seu despojamento funcional e afirmando o seu caráter pretensamente homogêneo e unitário, assim negando a efetiva heterogeneidade e o ornamento como elementos de um passado por superar. A arquitetura Déco é moderna e heterogênea, apropria-se de diversas linguagens, nutre-se de elementos modernos e da tradição, de soluções funcionais e da valorização do ornamento, assume as contribuições da indústria e recorre a linguagens “exóticas”. No presente estudo, entende-se que a visibilização de uma linguagem arquitetônica de tal modo negligenciada pela historiografia solicita um duplo investimento: o enfrentamento das motivações que conduziram a esse silenciamento e a indicação das conexões rizomáticas que são feitas pela multiplicidade que constitui a arquitetura Déco.

Origem: Portal PPGAU/ FAUFBA

Acesso pela nossa equipe em: 26 de nov. de 2010.

Anúncios