Título: Orla lagunar de Maceió: apropriação e paisagem (1960-2009)

Autores: Rubens de Oliveira Duarte

Orientador: Veronica Robalinho Cavalcanti

Categoria: Dissertação

Palavras-chave: Orla lagunar de Maceió; Paisagem; Apropriação da paisagem; Lagoa Mundaú.

Resumo: A paisagem da Orla Lagunar de Maceió passou por um processo de interferências significativas em relação ao sítio existente nos meados do século XX. Esta orla se estende do bairro do Pontal da Barra até o bairro do Rio Novo, com cerca de 24km de extensão. A área corpus da pesquisa é um fragmento desta orla e compreende o trecho demarcado fisicamente por uma via urbana com 5km de extensão, margeando os bairros da Levada, Ponta Grossa, Vergel do Lago e Trapiche da Barra, conhecido como Dique-Estrada, e sendo denominado nos últimos anos de Orla Lagunar de Maceió ou simplesmente de Orla Lagunar, como será considerado no desenrolar da pesquisa. O trabalho se propôs estudar a transformação da paisagem da Orla Lagunar de Maceió no período compreendido entre 1960 a 2009 e suas implicações para a paisagem local, investigando como se deu a apropriação desta paisagem no período. Os procedimentos metodológicos para o levantamento dos dados e análise dos resultados seguiram o percurso da revisão bibliográfica, da pesquisa hemerográfica, da pesquisa de campo, do levantamento fotográfico, de entrevistas, do estudo de plantas e mapas da cidade. Como resultado da pesquisa pode-se afirmar que se buscou uma apropriação planejada do espaço da Orla Lagunar, na década de 1970, com a implantação do Projeto Dique-Estrada. Contudo, a partir daí até os dias atuais a apropriação do espaço local se deu de forma espontânea ou através de intervenções públicas pontuais, consolidando a área como uma região pobre da cidade, com baixos níveis dos indicadores sociais, interferindo significativamente na paisagem local.

Origem: Portal DEHA – Dinâmicas do Espaço Habitado – UFAL

Acesso pela nossa equipe em: Acesso em: 24 de nov. de 2010.

Anúncios