Título: Relembrar o passado, reconhecer o presente: a identidade do Pontal da Barra pelas lembranças dos moradores idosos.

Autores: Vanessa Maria de Melo Gonçalves

Orientador: Josemary Omena Passos Ferrare

Categoria: Dissertação

Palavras-chave: Pontal da Barra; Identidade; Cotidiano dos idosos do Pontal da Barra.

Resumo: O bairro enquanto lócus da vida social e das práticas simbólicas contribui para o fortalecimento dos elos afetivos presentes na relação homem e lugar. Nesta perspectiva, tal reflexão buscou contribuir para a apreensão da identidade, a partir das relações sociais e simbólicas inerentes ao lugar, a qual o homem aparece como principal sujeito. Para tal intento, essa investigação considerou como objeto de análise, o bairro do Pontal da Barra, braço de terra entre a Lagoa Mundaú e o Oceano Atlântico, situa-se a sudoeste de Maceió, no Complexo Estuarino Lagunar de Mundaú- Manguaba, situado na região de restinga da capital alagoana. O referido bairro é posto como principal elemento para entender a formação e caracterização dessa identidade considerando não só as peculiaridades físicas de um bairro, mas também os valores impregnados no seu contexto citadino e principalmente aqueles que se referem às relações simbólicas e históricas. Convém afirmar, que toda apreciação realizada nesta pesquisa teve como aporte metodológico a História Oral, por constituir uma ferramenta capaz de incentivar a transmissões de valores através dos sentimentos e visões que o indivíduo absorve do mundo. As reflexões foram direcionadas para as principais características e elementos que atuaram/atuam na concepção e dinâmica do Pontal da Barra fomentadora da identidade e ressaltada nos relatos e percepção dos sujeitos: o morador – considerando os idosos residentes no local (por tratarem as experiências vividas como fonte de enriquecimento das relações contemporâneas), a sua história e a sua vida social. Diante de toda análise realizada expõem-se que a identidade do bairro, caracterizou-se tanto pela forte presença dos elos afetivos, nas relações com a paisagem, quanto na produção do espaço social e histórico mesmo com a inserção de novos significados e valores. Assim, a partir desse “descortinar” as várias histórias de pontalenses, também foi possível demonstrar a forte valoração desses moradores com o lugar, pois é introduzir-se no mundo do ser vizinho, do ser amigo, do ser pontalense que se entendeu e identificou a essência de suas singularidades e é claro, de sua identidade. Esta dissertação expande os referenciais já existentes tanto no que se refere à história do lugar, como a identificação de seus elementos singulares, apresentando ainda relevantes informações acerca de quem vive, se relaciona e formar e pertence a este lugar.

Origem: Portal DEHA – Dinâmicas do Espaço Habitado – UFAL

Acesso pela nossa equipe em: 24 de nov. de 2010.

Anúncios