Título: Casas modernas na orla marítima de João Pessoa – 1960 a 1974

Autores: Roberta Xavier Da Costa

Orientador: Não consta.

Categoria: Dissertação

Palavras-chave: Não consta.

Resumo: Este trabalho estuda casas unifamiliares, situadas nos bairros da Orla Marítima de João Pessoa, Cabo Branco Tambaú e Manaíra, construídas entre os anos 1960 e 1974, na condição de participantes da Arquitetura Moderna Brasileira. Partimos da idéia já bastante difundida de que esta inspirou-se em vertentes estrangeiras, sobretudo européias, mas também norte-americanas que foram aqui reformuladas, adaptadas, inovando muitas vezes repertório e ideários recebidos (STINCO, 2010). Para caracterizar a modernidade das casas da orla pessoense, fizemos uma revisão bibliográfica cotejando discurso e imagem das casas modernistas segundo a bibliografia internacional e nacional. Pudemos assim cotejá-la com o material obtido, após um trabalho de campo de natureza exploratório com base na documentação encontrada noacervo do Arquivo Central da Prefeitura Municipal de João Pessoa, onde levantamos 61 exemplares. Re-examinados, à luz da bibliografia especializada sobre a residência moderna no Brasil, eles nos levaram à escolha de 10 projetos a serem redesenhados e descritos de maneira mais detalhada. Seguimos, ao longo da análise, um roteiro que interpretou livremente a tríade vitruviana da seguinte maneira: aspectos construtivos, aspectos de uso (conforto, configuração e articulação espacial) e aspectos estéticos. Por outro lado, apoiamo-nos em Marques (2006) que aplica o conceito de modernidade contraditória tanto nas relações internas, como principalmente na relação  entre a rua e a casa, aos objetos arquitetônicos. Assim estudamos as casas unifamiliares, situadas nos bairros da Orla Marítima de João Pessoa, Cabo Branco Tambaú e Manaíra, construídas entre os anos 1960 e 1974. A documentação e descrição resultante permitiu-nos aflorar algumas questões acerca da natureza  do processo de difusão pessoense: seus referentes canônicos, transcrições e hibridações, adoções vernáculas  eventuais inovações, sem contudo aprofundá-las; o que poderá constituir objeto de nosso próximo trabalho.

Origem: Portal SIGAA/ PPGAU/ CT/ UFRN

Acesso pela nossa equipe em: 15 de março de 2011.

Anúncios