Título: Tempo, Progresso, Memória

Autores: Carlos Eduardo Vasconcelos Nogueira

Orientador: Francisco Régis Lopes Ramos

Categoria: Dissertação

Palavras-chave: memória, cidade, escrita

Resumo: O presente trabalho dedica-se ao estudo das relações entre memórias e lugares, na Fortaleza dos anos trinta. Durante esse período a administração municipal promoveu grandes alterações na fisionomia da cidade. O progresso, vislumbrado em diversas reformas, motivou a escrita de alguns intelectuais que se dedicaram a recordar a cidade que desaparecia, na ruína de seus vestígios: lugares, árvores, nomes de ruas, etc. Os escritos de João Nogueira, publicados em jornais, e a obra Memórias de Gustavo Barroso, foram confrontados com a visão positiva das reformas, apresentada por alguns jornalistas, e com escritos de outros memorialistas. A partir desse cruzamento, foi possível perceber as tensões relativas ao tempo que se desenhavam no espaço urbano.

Origem: Portal UFC

Acesso pela nossa equipe em: 30 de nov. de 2010

Anúncios