Título: O processo de urbanização da cidade de mossoró: dos processos históricos à estrutura urbana atual

Autores: Karisa Lorena Carmo Barbosa Pinheiro

Orientador: Profº. Dr. Pedro de Lima

Categoria: Dissertação

Palavras-chave: Não apresenta.

Resumo: O presente trabalho tem como objetivo geral, analisar a relação entre a divisão territorial do trabalho e o processo de expansão urbana da cidade de Mossoró, entendida aqui como a produção e ocupação do espaço. A expansão urbana verificada em Mossoró, desde a sua formação como povoamento em 1772 até os dias atuais, se identifica com o processo de urbanização brasileiro cujo crescimento é determinado pelo desenvolvimento capitalista. Assim sendo, a expansão foi determinada pelas diversas especializações econômicas impostas pela divisão territorial do trabalho que se manifesta à nível inter-regional e por vezes, internacional. Cada especialização então, determinou um momento da expansão urbana da cidade. A saber, houveram: a) A especialização pecuarista, entre 1772 e 1857, quando a expansão urbana era tímida, se resumia a uma praça comercial que recebia mercadorias do Aracati visando atender uma ampla área rural; b) A especialização empório comercial, entre 1857 e 1930, quando a expansão urbana tomou um importante impulso com a concentração de capitais públicos e privados; c) A especialização salicultora e agro-industrial exportadora dentro de uma política estatal desenvolvimentista, entre 1930 e 1970, quando a expansão urbana ligou-se à fixação da classe operária no solo urbano, e desenvolveu-se ao longo de um importante eixo – a estrada ferroviária; d) A especialização prestadora de serviços dentro de uma política estatal intervencionista, durante a década de 1970, quando a expansão urbana se caracterizou pelo acelerado ritmo de crescimento, pela reutilização de alguns espaços, e pela segregação espacial de populações carentes; e) A especialização prestadora de serviços dentro de uma política estatal neoliberal, de 1980 até aos dias atuais, quando a expansão urbana reduziu bruscamente seu ritmo, ocorrendo somente pequenas alterações em 7 espaços existentes. Com o foco nas políticas sociais, entraram em cena diversos programas de erradicação de favelas. Enfim, a estrutura territorial está profundamente articulada a outras, não territoriais, como a econômica, a social e a política, que se manifestam em escala nacional, regional e local. Somente dentro de um panorama histórico e conceitual, foi possível explicar a expansão urbana da cidade desde sua formação em 1772 até os dias atuais. O presente trabalho então, trata-se de uma análise multidisciplinar do processo de urbanização que se deu na cidade de Mossoró.

Origem: Portal SIGAA/ PPGAU/ CT/ UFRN

Acesso pela nossa equipe em: 14 de março de 2011.

Anúncios