Título: JK: política, arte e arquitetura – uma experiência modernista

Autores: Cláudio Listher Marques Bahia

Categoria: Artigo

Palavras-chave: Modernismo; Belo Horizonte; Juscelino Kubitschek; Arquitetura modernista

Resumo: Em Belo Horizonte, o Modernismo só tornou-se pleno, enquanto movimento cultural, através de suas manifestações diversas como as artes, a arquitetura e a política, a partir dos anos de 1940, quando a população belohorizontina tomou conhecimento de que ela própria já se encontrava em meio a um processo veloz de transformação, de uma estrutura quase provinciana para uma sociedade moderna baseada no plano político de JK, firmado na industrialização, no consumismo e na consolidação urbana. Em Kubitschek, a discussão sobre a modernidade sempre foi uma forma de tomar consciência do nosso próprio destino, o que fez com que ela estivesse intimamente associada à discussão sobre a nossa própria identidade.

Origem: Portal TEDE UFPE

Acesso pela nossa equipe em: 15 de março de 2011.

Anúncios