Título: A evolução formal da obra de William Abdalla: de Bagdá para o universo de Minas

Autores: Kleber Elian Auad

Orientador: Prof. Dr. Carlos Antônio Leite Brandão

Categoria: Dissertação

Palavras-chave: William Abdalla, arquitetura brasileira e orgânica, antroposofia.

Resumo: Pesquisar a arquitetura de William Abdalla torna-se relevante na medida em que busca preencher lacunas em nossa bibliografia, recuperando, historicamente, obras que estão dispersas e pouco conhecidas. Sendo assim, tornou-se imprescindível desenvolver uma análise mais aprofundada e um levantamento sistemático da obra em questão, visando trazer à luz para o público estudioso da arquitetura o notável, embora ignorado, o trabalho realizado por William Abdalla. A produção da arquitetura brasileira é muito rica e criativa, por isso importa estudá-la. Esta investigação revelou que Abdalla é ávido pelo novo e pelo desconhecido. Sua arquitetura está pautada pelo desejo da descoberta e da invenção. Sua linguagem arquitetônica e seu modo de projetar são peculiares, produzindo uma arquitetura aberta, criativa e orgânica. Embora seja um arquiteto fora do eixo Rio−São Paulo, deixou obras que alcançaram grandes méritos, sendo, até mesmo, consideradas universalmente exemplos de arquitetura no nível das melhores do mundo. Sendo universal e contemporâneo, acompanha o espírito de cada época. Extremamente sensível às condições locais, é autor de projetos coerentes e refinados. Importa destacar a abrangência da tipologia de sua arquitetura, pois projeta residências, escolas, bancos, sedes de empresas e indústrias com o mesmo rigor e beleza. Após a sua permanência por dois anos e meio em Bagdá, onde trabalhou nas obras do trem metropolitano, familiarizou-se com a visão do outro, tornando-se cordial, tolerante e criativo. Investiu, corajosamente, na arquitetura orgânica de caráter humaníssimo do arquiteto alemão Rudolf Steiner, da década de 1920, para lograr uma arquitetura dinâmica e contemporânea. Em todos esses anos de sua carreira, manteve a tradição de Minas de produzir boa arquitetura. A maior lição de Abdalla seria, então, a de colocar, corretamente, o edifício no tempo e no espaço. O propósito desta pesquisa não é, de maneira alguma, esgotar o assunto em pauta. Portanto, deseja-se que outros pesquisadores venham a se interessar pela obra notória de William Abdalla, acrescentando novas descobertas a respeito de sua arquitetura, pois ficaram muitas obras para serem visitadas.

Origem: Biblioteca Digital UFMG

Acesso pela nossa equipe em: 23 de set. de 2010.

Anúncios