Título: A inflexão do conceito de gentrificação em conjuntos urbanos patrimoniais em cidades de pequeno porte

Autores: Gustavo Pimenta de Padua Zolini

Orientador: Drª. Celina Borges Lemos

Categoria: Dissertação

Palavras-chave: gentrificação; preservação; inflexão; conjuntos urbanos históricos; cidades de pequeno porte.

Resumo: Esta dissertação perscruta o conceito gentrificação, a fim de que o entendimento da possível inflexão do termo, em áreas patrimoniais de cidades de pequeno porte, proporcione o elucidar de estratégias ou elementos inerentes à composição da paisagem cultural, que resistam ao desenvolvimento de uma substituição sociocultural agressiva em conjuntos urbanos tombados nessas cidades. No desenvolvimento do estudo, foi realizada pesquisa e análise de teorias e críticas ao fenômeno, que buscaram compreender o conceito. Observam-se também relatos de estudos de caso sobre a identificação de gentrificação em várias cidades do mundo, e o perscrutar das paisagens culturais das cidades São Thomé das Letras e Tiradentes, que abarcam características individuais e alterações potencialmente repletas de aspectos gentrificadores. Dessa maneira, dados empíricos foram extraídos e analisados sob o julgo do conceito de gentrificação ratificado. Nas discussões, há a constatação que o conceito não pode mais ser considerado um fenômeno, mas sim uma transformação urbana contemporânea, e que sua definição conceitual não é consensual, podendo ser considerada caótica. Isto porque, envolto pela paisagem cultural de cada sítio histórico, o caráter gentrificador apresenta algumas características comuns. Porém, com diferentes relevâncias, além de nem sempre se conformar com os mesmos elementos nas cidades afetadas. Essa condição de se particularizar permite afirmar que a inflexão não gera digressão do conceito. Concluiu-se, por fim, que a gentrificação pode ser evitada em conjuntos urbanos patrimoniais por meio da revalorização de elementos imateriais, e que a inflexão desse conceito nas áreas históricas de cidades de pequeno porte é possível, observando-se suas vicissitudes, gerando derivações particulares do conceito estudado.

Origem: Biblioteca Digital UFMG

Acesso pela nossa equipe em: 04 de out. de 2010.

Anúncios