Título: Entre o projeto urbano e o lugar: práticas, representações e usos do espaço público no processo contemporâneo de renovação do hipercentro de Belo Horizonte

Autores: Marcus Vinicius Santanna

Orientador: Prof. Dr. Geraldo Magela Costa

Categoria: Dissertação

Palavras-chave: Não tem.

Resumo: Teremos como ponto de partida a consideração de que a cidade é, antes de tudo, essencialmente contraditória. A produção de seu espaço social supõe espacialidades ambíguas e liminares, que ora têm características de obra, ora se transfiguram em produto. A intensificação de suas contradições tem aumentado à medida que a industrialização e a realidade baseada na troca se generalizam globalmente. Nesse sentido, tal realidade utiliza de técnicas como o urbanismo, enquanto campo sistematizado do conhecimento, para emular a dinâmica da cidade, conservando seu caráter de reunião de tudo e de todos, o que, em muitos sentidos, é necessário para a reprodução do mundo da mercadoria. Entretanto tal espaço social não é somente resultado ou produto da técnica. Aqui ele é considerado também como agente produtor de relações sociais. Procurando compreender melhor essa relação, tomamos como base conceitual a concepção teórica da produção do espaço lefebvriana, que supõe a interrelação entre três níveis nesse processo: as práticas espaciais, os espaços de representação e as representações do espaço. Neste trabalho, procurando não utilizar desses conceitos como categorias de análise, vamos procurar compreender melhor o processo de produção do espaço, tendo como objeto de análise a renovação do Hipercentro de Belo Horizonte. Ainda nesse sentido, iremos utilizar o conceito de lugar – o que também supõe as ideias que lhe são contrárias – como auxílio para a compreensão do caráter dualista que se torna ainda mais intenso nas centralidades renovadas dos centros urbanos contemporâneos.

Origem: Biblioteca Digital UFMG

Acesso pela nossa equipe em: 04 de out. de 2010.

Anúncios