Título: Da Semana de Arte Moderna de 22 ao Ministério da Educação e da Saúde: processo de consolidação do moderno no Brasil

Autores: Débora Faim Lazarini

Orientador: Carlos Guilherme Santos Serôa da Mota

Categoria: Dissertação

Palavras-chave: Arquitetura moderna – Brasil. Ministerio da Educação e da Saúde. Arte moderna – Brasil.

Resumo: Trabalho que se destina a analisar aspectos da trajetória de consolidação do Moderno da Arte e da Arquitetura no Brasil, percorrendo o período que se estende da Semana de Arte Moderna (1922), a fim de verificar de que forma acontecimentos de ordem economica, politica, social e, sobretudo, cultural para o surgimento dessa arquitetura moderna brasileira que seria, nas deciadas seguintes, objeto de elogios estudos internacionais. Dada a interdisciplinaridade do processo historico, empreende-se uma análise que prima pela visão panorâmica e que, seguindo narratica em ordem cronologica, extrai elementos distintos que já foram estudados isoladamente em áreas do conhecimento como historia, literatura, sociologia, artes plásticas, arquitetura, etc., de forma a compor o quadro que permite compreender o episódio do Ministério dentro da linha do tempo de nossa historia. Psartindo do presuposto de que o sucesso alcançado por nossa arquitetura moderna é fruto de uma feliz conciliação entre modernidade e tradição, a pesquisa busca indicar marcas, não só dos momentos político e economico, mas sobretdo da intelectualidade modernista proveniente da Semana de 22, em especial das correntes nacionalistas, que levaram os arquitetos brasileiros a pensar uma arquitetura de caracteristicas brasileiras, diferenciada da arquitetura produzida em outros paises e continentes.

Origem: Portal PUC RGS

Acesso pela nossa equipe em:  15 de março de 2011.

Anúncios