Título: A trajetória de Jacques Pilon no centro de São Paulo: análise das obras de 1940 a 1947

Autores: Tiago Seneme Franco

Orientador: Abílio da Silva Guerra Neto

Categoria: Dissertação

Palavras-chave: arquitetura e urbanismo; Jacques Pilon; arquitetura moderna; São Paulo; Brasil

Resumo: O presente trabalho apresenta a trajetória de Jacques Pilon no centro da cidade de São Paulo através de um olhar panorâmico da totalidade sua obra na região e posterior análise de projetos selecionados que abrangem sua produção entre os anos de 1940 e 1947. Jacques Pilon nasceu na cidade francesa de Le Havre, em 1905, veio para o Brasil em 1910, voltando para a França para concluir seus estudos em 1927, onde cursou Arquitetura na École des Beaux-Arts de Paris. Seu retorno ao Rio de Janeiro se dá no ano de 1933, onde inicia seus trabalhos no escritório de Robert Prentice. Em 1934 é enviado a São Paulo para acompanhamento das obras do Edifício Sulacap. Ao chegar na emergente capital paulista, Pilon conhece o Engenheiro Francisco Matarazzo Neto, com o qual abre escritório em sociedade – a Pilmat – elaborando diversos projetos entre os anos de 1935 e 1939. Com o fim da Pilmat, Jacques Pilon constitui escritório próprio e passa a contar com diversos colaboradores, entre eles Herbert Duschenes, Franz Heep, Giancarlo Gasperini e Jerônimo Bonilha Esteves. Foi no ano de 1947, com a chegada de Heep que Jacques Pilon começa a se afastar das concepções dos projetos, confiando esta tarefa a seus colaboradores. Nos aproximadamente 25 anos de produção na capital paulista, Jacques Pilon produziu cerca de 60 projetos no centro da cidade, sendo sua grande maioria composta por edifícios verticais, destinados a escritórios ou residências. Esta característica confere a sua obra um papel de suma importância dentro do amplo processo de verticalização e modernização da cidade de São Paulo na primeira metade do século XX.

Origem: Portal Biblioteca Digital Mackenzie

Acesso pela nossa equipe em: 16 de março de 2011.

Anúncios