Título: Áreas livres de uso comum em conjuntos habitacionais Conjunto Zezinho de Magalhães Prado, Guarulhos, SP

Autores: Rechilene Mendonça Maia

Orientador: Gilda Collet Bruna

Categoria: Dissertação

Palavras-chave: habitação social; conjunto habitacional; espaços abertos; áreas livres de uso comum; urbanismo contemporâneo; desenvolvimento urbano.

Resumo: Esta dissertação de mestrado objetiva verificar a questão dos espaços livres de uso comum em conjuntos habitacionais. Assim, relata a liberação da forma arquitetônica em relação aos limites do lote e o conseqüente surgimento das primeiras áreas livres nas habitações; o desenvolvimento dos jardins e sua relação com o homem; as modificações na paisagem ao longo do tempo; o uso das áreas livres; a distribuição das áreas livres e os arranjos constituídos entre estas e as áreas edificadas; e, a relação do homem com os espaços livres. Para tanto desenvolve o estudo de caso do conjunto habitacional Zezinho de Magalhães Prado 1967, localizado no município de Guarulhos em São Paulo; projetado pelo arquiteto Vilanova Artigas e equipe; o projeto tem evidentes traços da arquitetura moderna de Le Corbusier, que defende o pavimento térreo livre, ou seja, liberado e dedicado às atividades de lazer e recreação. Estas características e a relação dos habitantes com as áreas livres de uso comum são pertinentes a todo o conjunto, e são apresentadas por meio de imagens e levantamentos de campo realizados na área que mostram a vitalidade e a permanência de grandes áreas livres de uso comum no projeto implantado, mesmo incluindo modificações.

Origem: Portal Biblioteca Digital Mackenzie

Acesso pela nossa equipe em: 16 de março de 2011.

Anúncios