Título: Os processos de (re)estruturação do tecido urbano de Vila Rica: a influência da Igreja Católica

Autor: Rafael Palhares Machado

Orientador: Fernanda Borges de Moraes

Categoria: Dissertação

Palavras-chave: Memória; Crescimento urbano; Vila Rica; Urbanização; Igreja católica.

Resumo:Desde os primórdios da formação da cidade de Ouro Preto (antiga Vila Rica), a Igreja teve lugar de destaque na paisagem dos arraiais que ali foram criados. Simultaneamente, as ruas (e adros/largos) iam então se definindo, frequentemente a partir do entorno dos templos. Já na primeira década dos Setecentos, estariam constituídas duas freguesias (denominadas de Nossa Senhora do Pilar de Ouro Preto e de Nossa Senhora da Conceição de Antônio Dias) abrangendo os pequenos núcleos primários. Estes, assumindo um caráter mais permanente, inicialmente figuravam esparsos na paisagem, mas rapidamente foram unidos por caminhos até integrarem um único povoado. Esta pesquisa apresenta uma leitura da formação e evolução desses núcleos primitivos, com ênfase no grau de relevância da participação da cultura cristã na definição dos espaços intraurbanos. Num primeiro momento, elementos de cunho religioso foram capazes de condicionar ou, pelo menos, induzir a formação dos núcleos primários ou arraiais, como eram conhecidos. Nas etapas subseqüentes – de forma gradual – os templos (capelas), acomodados em regiões em pré-consolidação, não só influenciaram socialmente, como contribuíram, muitas vezes, para a ordenação e até surgimento de novos arraiais. Visando lançar luz sobre a(s) espacialidade(s) definidas pela Igreja Católica no ambiente minerador, a escolha de Vila Rica se deu por ter sido sede da Capitania de Minas e, portanto, pela sua importância/ singularidade como um grande e complexo centro urbano setecentista da América portuguesa. Como recorte temporal, tomou-se como base a formação original do tecido, ocorrida em finais do século XVII e ao longo do século XVIII. Embora nosso enfoque tenha sido a atuação dos edifícios de cunho religioso (igrejas e capelas) na constituição do tecido urbano de Vila Rica, consideramos outros fatores também relevantes que, simultaneamente, concorreram para definir a conformação daquele espaço, regendo a(s) lógica(s) de sua produção, forma e apropriação.

Origem do arquivo: Portal UFMG

Acesso em: 23 de maio de 2012.

Anúncios