Título: Varanda e Modo de Vida da Zona Sul Carioca.

Autor: Helena Câmara Lacé Brandão

Orientador: Ângela Maria Moreira Martins

Categoria: Tese

Palavras-chave: projeto; habitação; arquitetura contemporânea; evolução tipológica

Resumo: Varanda e Modo de Vida da Zona Sul Carioca. Esta pesquisa de doutorado investiga a relação da varanda com o modo de vida do carioca com o objetivo de compreender sua presença nas habitações multifamiliares permanentes da zona sul do Rio de Janeiro que, por mais que seja estimulada pela legislação edilícia vigente, é justificada também, ou até mais, pelos significados a ela atribuídos de espaço de transição entre a casa e a rua, de socialização e de integração com o meio ambiente. Tais significados foram construídos ao longo do tempo e na contemporaneidade continuam importantes para os hábitos de moradia das pessoas, muito em virtude da demanda por vigília e controle dos tempos atuais. Essa necessidade dos dias de hoje favorece a presença da varanda pelo fato dela, como espaço de transição, vir a operar como filtro e posto de vigília, assim como posto de exposição e lugar iminente do encontro, pela varanda, como espaço de socialização, ser utilizada para o convívio e o lazer da família, para receber visitas e para se ter contato com a rua sem ter que sair de casa e por ela, como espaço de integração da casa com o meio, não só ter a possibilidade de atuar como elemento de adequação climática, mas também como instrumento de ampliação da moradia que favorece a contemplação da paisagem e o contato com a natureza dentro da segurança do lar. Esses significados dialogam entre si um influenciando na construção do outro e, juntos, devido a sua importância para o modo de vida do carioca, vão ainda conferir a varanda o sentido de espaço de representação do status social do morador.

Origem do arquivo: Portal PROARQ – UFRJ

Acesso em: 06 de junho de 2012.

Anúncios