Referências


Título: Integração das artes plásticas e arquitetura em Pernambuco,1950-1980

Autores: Ana Carolina Oliveira de Holanda

(mais…)

Anúncios

Título: Moderno brasileiro em Moçambique, 1950-1975: a importação de uma imagem.

Autor: Carla Mirella de Oliveira Cortês

(mais…)

Título: De cima para baixo e de baixo para cima: intervenção estatal e investimentos habitacionais em assentamentos de baixa renda do Recife.

Autor: Caroline Gonçalves dos Santos

(mais…)

Título: A ocupação das encostas no Rio de Janeiro: morfologia, legislação e processos sócio-ambientais.

Autor: Mônica Bahia Schlee

(mais…)

Título: Varanda e Modo de Vida da Zona Sul Carioca.

Autor: Helena Câmara Lacé Brandão

(mais…)

Título: A Arquitetura na Anarquitetura: Os Conceitos de Flexibilidades Espaciais na Produção Imobiliária na Cidade do Rio de Janeiro.

Autor: Mário de Oliveira Saleiro Filho

Orientador: Mauro César de Oliveira Santos

Categoria: Tese

Palavras-chave: projeto; habitação; arquitetura contemporânea; evolução tipológica

Resumo: A hipótese de nosso trabalho de doutorado é de que a flexibilidade inicial no momento da escolha diversificada, apresentada nas plantas dos materiais de campanha publicitária das habitações multifamiliares, suas variações tipológicas (reversibilidade, permeabilidade e contigüidade) e seus atributos espaciais (em termos da forma e da função). Apesar de ser um projeto elaborado pela produção imobiliária contemporânea (anarquitetura), fundamenta-se em conceitos de arquitetura, qualificando o espaço da moradia, podendo contemplar uma maior variabilidade de estruturas familiares com necessidades funcionais distintas, permitindo arranjos espaciais específicos. O objeto deste estudo é a flexibilidade espacial nas unidades habitacionais dos lançamentos imobiliários de habitação multifamiliar na Cidade do Rio de Janeiro numa periodização entre 1996 a 2008. Para podermos compreender e analisar a flexibilidade inicial e suas variações tipológicas no marketing desses lançamentos imobiliários contemporâneos, a metodologia foi desenvolvida em duas etapas: a primeira, uma revisão de casos caracterizados pelo conceito de flexibilidade espacial em diferentes contextos históricos; e a segunda foi subdividida em duas partes, ambas tendo como suporte analítico os materiais de campanha publicitária da produção imobiliária contemporânea na Cidade do Rio de Janeiro: na primeira parte, fundamentamos pelos princípios da análise de conteúdo; e na segunda, realizamos uma investigação para confirmar as variações tipológicas nas plantas dos apartamentos. Com esta tese, procuraremos entender como funcionam essas transformações tipológicas, e propomos inventariar essas tipologias como instrumento arquitetônico para futuras análises em projetos dessa especificidade.

Origem do arquivo: Portal PROARQ – UFRJ

Acesso em: 06 de junho de 2012.

Título: Forma e qualidade ambiental na arquitetura contemporânea brasileira.

Autor: Patrizia Di Trapano

(mais…)

Próxima Página »